Nova York

Conhecida como a cidade que nunca dorme, Nova York é um caldeirão cultural. Entre arranha-céus, letreiros, táxis e bares é possível encontrar de tudo. Tudo mesmo! Formada pela mistura de tradições americanas e culturas dos imigrantes de todos lugares do mundo, a cidade é agitada e bastante convidativa.

De domingo a domingo a agenda de shows, apresentações, festas e peças teatrais está sempre lotada. Os inúmeros bares e clubes de bairros como o West e o East Village, além de Wiliamsburg, no Brooklyn, proporcionam uma experiência muito divertida.

Além do mais, a metrópole tem o maior sistema de transporte do mundo, com uma impressionante rede de 469 estações, que é possível utilizar obtendo o Metrocard. Para aventureires de primeira viagem, entre as paradas obrigatórias estão a ilha de Manhattan, a Estátua da Liberdade, o Empire State Building, o Central Park, o Brooklyn Bridge, a Times Square e a Brodway, avenida onde acontecem diversos espetáculos musicais em mais de quarenta teatros.

Se você quiser comprar suvenires baratinhos Chinatown é o melhor lugar e para encontrar objetos artesanais, butiques, centros culturais e lojas de roupas vintage, visite as regiões de SoHo (South of Houston), East Village, Lower East Side e Bushwick (no Brooklyn).
Aos amantes da arte, vale a pena conhecer o acervo do MoMA – Museum of Modern Art, que contém obras de Picasso, Dalí, entre outros ícones da arte moderna. O Metropolitan também é um lugar interessantíssimo, ele abrange 5 mil anos de história e o American Museum of Natural History possui uma enorme coleção de esqueletos de dinossauros.

Equidade de gênero:
Os Estados Unidos são um país democrático desde a sua independência e foi em Nova York onde foi realizada em 1848 a Convenção de Seneca Falls, primeira assembleia no país para discutir os direitos das mulheres, evento que deu origem à “Declaração dos direitos e sentimentos”, e norteou o movimento sufragista pela equidade de gênero. Atualmente o movimento de mulheres no país está cada dia mais forte e há grandes referências de líderes em todas as áreas. Há 4 anos teve início a Women’s March, na qual mulheres de todo o país se reúnem para reforçar a importância do poder político e pedir mudanças sociais transformadoras na esfera política, social e econômica.

Cultura Negra:
Nova Iorque foi palco do crescimento e desenvolvimento da cultura negra nos EUA. Ao receber diversos imigrantes, como no caso dos Sound Systems que deram início ao movimento Hip Hop. Por conta da sua histórica segregação racial por meio dos territórios os bairros negros desenvolveram sua propria cultura na cidade e apesar do forte processo de gentrificação, Nova Iorque é uma cidade com uma enorme quantidade de pessoas negras.

Comunidade LGBTQIAP+:
Nova Iorque é uma cidade que possui uma das maiores comunidades LGBTQIAP+, vista como uma cidade extremamente populosa a comunidade é estimada em meio milhão de pessoas. Sendo assim a cidade também é colocada como um lugar “gay-frendly”. Se tratando de espaços territoriais, apesar do Brooklyn ter sido palco das lutas LGBTQIAP+ no passado, atualmente temos o bairro Chelsea que é premiado como bairro mais gay-frendly da cidade!

Lugares para conhecer em New York:
ilha de Manhattan
Broadway
MoMA – Museum of Modern Art
Estátua da Liberdade,
Empire State Building,
Central Park,
Brooklyn Bridge
Metropolitan,
Times Square
Brodway

  • Pré-requisitos:

Tempo mínimo de programa: 2 semanas
Tempo máximo de programa: Não há limite
Idade mínima: 18 anos
Nível do idioma: Nível intermediário de inglês para permanência de 2 semanas e sem exigência de idioma para permanências a partir de 4 semanas.

  • Quanto Custa?

Confira os valores aqui!

o que você está esperando?