coréia do sul   

Conhecida como O Milagre do Rio Han devido às exportações que trouxeram um grande crescimento econômico, Seul, a capital da Coreia do Sul, se tornou muito famosa devido à Korean Wave, que se refere a vários elementos que têm se tornado mundialmente famosos, desde tecnologias como smartphones, até música e dança com o K-pop. A cidade conta com ótimas opções para quem ama fazer compras e experimentar comidas, como o Mercado Namdaemun, que tem sido um lugar famoso para compras há mais de 600 anos. Nela, sempre há algo para fazer! Suas noites são bem agitadas e com opções para todos os gostos, mas também existem vários espaços lindos, quietos e com bastante natureza para sair um pouco da agitação da cidade, como vários parques, jardins e templos.  

A Coreia do Sul era um país muito conservador com relação aos direitos das mulheres, mas vem progredindo bastante em direção à equidade de gênero com o passar dos anos em diversas áreas, como política e negócios, por exemplo. O Governo Metropolitano de Seul tem investido em vários projetos em prol das mulheres com foco em equidade de gênero, independência, saúde, segurança, bem-estar e lugares seguros para elas, fazendo com que Seul seja bem segura para mulheres que estejam viajando sozinhas, por exemplo. Além disso, a cidade conta com a Universidade para Mulheres de Seul, que tem vários cursos e programas interessantíssimos disponíveis. 

Com relação à comunidade LGBTQIA+, a Coreia do Sul ainda possui pouca abertura, mas qualquer tipo de discriminação é crime e as pessoas são bem respeitosas, então é improvável que você sofra algum tipo de LGBTQIA+fobia. Mas essa comunidade tem se pronunciado e lutado bastante por seus direitos, com isso surgiram vários grupos sociais e comunidades com foco na integração dessas pessoas e na luta contra a discriminação contra elas no âmbito social, cultural e econômico, alguns exemplos são o Chingusai e o Korea Queer Archive. 

Seul é a maior cidade da Coreia do Sul, mas ainda assim sua população é bastante homogênea, composta em sua grande maioria por pessoas coreanas, e uma minoria bastante diversa formada por pessoas chinesas, japonesas, vietnamitas, tailandesas, estadunidenses, entre várias outras nacionalidades. Apesar disso, essas comunidades se fazem muito presente através de bairros, estabelecimentos e eventos. As pessoas de Seul são muito gentis, respeitosas e receptivas a outras culturas, facilitando muito a imersão na cidade e tornando a experiência mais confortável e divertida. 

Locais para conhecer:

 

o que você está esperando?