medellín 

Conhecida como a cidade da primavera eterna, Medellín tem lindas paisagens, um clima agradável o ano inteiro e um sotaque considerado muito bonito pelos próprios colombianos, é uma das cidades mais inovadoras do globo e passou por uma metamorfose profunda. Apesar de já ter sido conhecida como a cidade mais perigosa do mundo, nos dias de hoje se destaca com suas inovações em desenvolvimento urbano e social. Por abrigar diversas instituições de ensino superior, é uma cidade universitária por natureza. Seu ar jovem e agitado também atrai aqueles que buscam se deliciar com o famoso café colombiano, aproveitando que a cidade pertence à uma principal região de cultivo de café do país, ou até mesmo sua famosa aguardente. Lá também acontece a Feria de las Flores, e você pode encontrar o Museu da Antióquia, que tem obras incríveis de nomes como Fernando Botero.

Medellín fez parte de um conflito armado por diversos anos, o que potencializou a atuação política feminina para modificar essa realidade. Obstinadas a isso, as mulheres colombianas foram peça-chave para o estabelecimento do Acordo de Paz do país, participando de forma ativa para que ele fosse concretizado. A partir desse contexto, Medellín fortalece a atuação de sua Secretaria de Mulheres, que desenvolve projetos junto à escolas, grupos de homens e de mulheres para promover a equidade de gênero. Dentre esses grupos, podemos destacar o Vamos Mujer e o Estamos Listas.

Sendo conhecida por uma população dinâmica e amigável, Medellín possui uma comunidade LGBTQIA+ extremamente aberta. Suas diversas praças e centros sociais abrigam vários encontros voltados a pessoas LGBTQIA+, como o encontro semanal no Parque dos Desejos, onde toda sexta-feira se reúnem para se divertir assistindo a filmes e a documentários. Além disso, a cidade assegura diversos direitos LGBTQIA+, sendo um dos países mais avançados na garantia desses direitos na América Latina.

Reconhecendo as populações étnicas da cidade, Medellín busca garantir um contexto de equidade social construindo vários projetos com sua população afrodescendente e indígena. Lá tem uma forte presença de pessoas negras, sendo que mais de 10% de sua população é composta por afro-colombianos, com isto há muitos festivais e eventos direcionados para essa comunidade. Medellín é reconhecida como um território ancestral indígena, tendo uma população indígena em torno de 3000, dentro de mais 30 grupos étnicos diferentes, e vêm sendo discutidas e aplicadas várias políticas públicas relacionadas a esses povos.

Lugares para conhecer:

Parque Explora 

Museu da Antióquia 

Casa Museu Pablo Escobar 

Museu El Castillo 

o que você está esperando?